Publicado por: Maristela Schoenherr | 26 de janeiro de 2012

Cinomose e Homeopatia

Já falamos sobre cinomose em outro post : http://dramaristela.wordpress.com/2010/03/31/sequelas-de-cinomose-x-acupuntura/

e devido ao grande número de emails com dúvidas a respeito, optei por esclarecer um pouco mais sobre o assunto.

A cinomose há muitos anos, acredito ser uma das doenças que mais preocupam os donos de cães. Tratando-se de uma virose que pode acometer vários sistemas do organismo, sendo um fator agravante, a possibilidade de também lesionar sistema neurológico, possui como melhor precaução a vacinação.

A vacina contra cinomose é a mais efetiva forma de prevenir esta doença que pode ter sérias complicações e colocar em risco a vida dos cães. Ela deve ser aplicada a partir de 45 dias de vida do filhote canino e repetida num total de 3 doses com intervalos entre cada uma de 21-30 dias. Após adulto o animal deve receber uma dose da vacina anualmente.

É sempre muito melhor prevenir do que remediar!

Vale ainda salientar que as vacinas devem ser aplicadas somente por um médico-veterinário, o qual será apto para avaliar as condições de seu animalzinho verificando se ele pode ou não receber a vacina e utilizará de vacinas de boa qualidade que realmente proporcionarão uma imunização adequada contra a cinomose.

Há uma outra opção para prevenir as viroses, entre elas a cinomose, que segue os princípios da homeopatia, que são os nosódios. Falaremos sobre os nosódios em post a parte.

Quem já teve um cão com cinomose sabe o quanto a doença traz sérios riscos a vida do cão, podendo deixar sequelas neurológicas naqueles que sobrevivem. E a alopatia (uso de medicações convencionais) mostra-se bastante limitada. Ainda há muito estudo de novos produtos que se mostram eficazes para o uso contra a encefalite viral da cinomose; porém, ainda não há nada comprovado e  divulgado entre os profissionais veterinários.

Além da acupuntura que pode atuar na fase neurológica da doença, conforme relato de caso no post: ” Sequelas de cinomose x acupuntura.”, há também a opção terapêutica da homeopatia.

A homeopatia pode atuar em qualquer fase da cinomose: afeccção gastrointestinal, conjuntivite, imunodeficiência e neurológica.

Na homeopatia visualizamos a cinomose como qualquer outra doença, pois buscamos tratar o indivíduo. Sendo assim, um cão tratado com homeopatia para se curar da cinomose não vai receber o mesmo medicamento que outro cão com cinomose.

A cinomose, como as demais enfermidades, na percepção homeopática é um desequilíbrio energético. Este desequilíbrio energético pode se manifestar em diferentes estágios que na homeopatia definimos como psora, egotrofia e egolise. Isto porque a energia é algo dinâmico e nunca estático, ela está sempre em movimento, percorrendo algum destes estágios que se mostrará no paciente, de uma forma bastante individual, independente do nome da enfermidade.

Dessa forma, poderemos ter um paciente com cinomose no estágio psórico, egotrófico ou egolítico, de acordo com os sinais clínicos que ele manifestar. E o medicamento homeopático será escolhido de acordo com esses sinais e estágio da doença, sob o ponto de vista energético, associados com as características individuais do animal.

Avaliaremos de que forma que este animal ficou doente, por que ele adoeceu, como era sua infância, seu comportamento com os fatores externos e internos e assim por diante.

Assim, ilustra-se o fato de não medicarmos com homeopatia de acordo com a doença, mas sim, de acordo com o doente. Por isso uma questão que ouço muito no meu consultório é errônea: “- Esta homeopatia é para que?”

A questão é: “- Por que esta homeopatia?”  ” – Porque este medicamento homeopático é o mais semelhante com as características de seu animal.”  Não buscamos somente o desaparecimento dos sintomas, mas além disso, um reequilíbrio de sua energia vital que vai levar a cura.

Os medicamentos homeopáticos podem então curar um cão com cinomose.  Podem ser utilizados para tratar o paciente em qualquer estágio que se encontre da doença, mas necessitará de uma avaliação por um médico veterinário homeopata que, através de um exame individualizado, vai prescrever o medicamento homeopático conforme a lei da semelhança. Por mais que já tenha tratado outros pacientes com cinomose, será muito provável que as prescrições sejam bem diferenciadas.

Concluindo, não há limitações e nem contra-indicações do uso de homeopáticos para cães com cinomose. Podem ainda ser associados ao tratamento suporte (alimentação, fluidoterapia) e a nosódios, de acordo com a necessidade e avaliação de um médico veterinário da área. A homeopatia sendo bem utilizada, irá reverter quadros de diarréia, prostração, vômitos, inapetência, conjuntivites, pneumonias, convulsões, ataxias, mioclonias, etc… E sobretudo, irá recuperar a vitalidade de seu animal, sem dor, sem efeitos colaterais, e principalmente, devolvendo o bem-estar completo (físico e mental) ao seu cão.

 

 

About these ads

Responses

  1. oiii…..Tenho uma yorkzinha de 5 meses que sobreviveu a cinomose……Essa doenca maldita quase a levou, mas gracas a deus ela ta aki viva e forte….nao comia sozinha, nao andava mais, mas, agora ta se recuperando a cada dia…corre pra casa toda, voltou a atender pelo nome Kyra, so falta ficar 100 % e vai ficar……..Acreditem na cura, no amor e na fé!!!!!!

    • gostaria de saber mas,pois minha cachorrinha esta com cinomose,e as vezes fico nervosa a respeito do tratamento.

      • recomendo que sempre no caso de mais dúvidas sobre o assunto, busque o atendimento veterinário pessoal. Com certeza o médico veterinário te trará todas as informações necessárias e assim te deixará mais tranquila. Pois em muitos casos não há recuperação do animal, mas sempre existe uma alternativa em prol do bem estar de seu animalzinho.

  2. Parabéns pelo site! Continuamos na luta pela recuperação do Rambo.

    Naomi


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: